Dicas Importantes para uma Dieta de Construção Muscular

Entender os nutrientes de uma dieta ajuda perder gordura e construir músculos

Se você quer perder gordura e desenvolver músculo, você deve entender a hierarquia nutricional. Confira nossa dicas importantes para uma boa dieta de construção muscular.

Vamos ser realistas, todos nós passamos muito tempo com foco em coisas que não nos levam a lugar nenhum.

Quero dizer, realmente, gastando mais de 40 horas pesquisando a dose perfeita e o tempo de beta-alanina quando sequer preparamos uma refeição or ingerimos uma quantidade de calorias consistentes.

Existe uma importante e bem definida hierarquia quando se trata de fazer progressos na construção muscular.

Você está seguindo essa hierarquia? Caso contrário, você está perdendo musculatura nas suas refeições.

– Certifique-se de que sua dieta combina com seus objetivos

Embora este primeiro fator possa parecer incrivelmente simples, muitas pessoas estão comendo exatamente o contrário do que precisam para alcançar seus objetivos.

Uma pessoa que quer ganhar 30 quilos de músculo não fará qualquer tipo de progresso após uma dieta de 1500 calorias ao dia, com pouca proteína.

Se você quiser colocar músculos, você precisa treinar e deve seguir o conselho do levantador de peso olímpico Donny Shankle, “Você tem que comer”.

– Dicas importantes de dieta

Você vai levar cinco minutos para descobrir o seu objetivo, priorizar sua nutrição para alcançar esse objetivo e, criar seu plano de dieta.

Depois de descobrir seus objetivos, o fator mais importante a se considerar é a ingestão total de calorias da sua dieta para atender seus objetivos.

Agora eu sei o que você vai dizer, “mas e os macros, hormônios, insulina e tudo isso que faz uma grande diferença”?

Bem, a ciência deixa claro que qualquer “vantagem metabólica” pode estar presente na mudança de macronutrientes em comparação com o efeito que a ingestão de calorias total tem no gerenciamento de peso.

Qualquer vantagem de 200-300 calorias por dia que algum plano macro específico possa trazer simplesmente não significa muito no mundo real.

Então, o que queremos dizer ao combinar seus objetivos com as calorias primeiro?

Se você quiser colocar músculos, você precisa consumir mais do que está gastando de forma consistente. Um dia por semana simplesmente não vai resolver seu problema. Você também vai precisar treinar muito para garantir que essas calorias estejam indo para a construção de tecidos; você precisa desse estímulo para construção muscular.

Se você quer perder peso, certifique-se de gastar mais do que está consumindo de forma consistente. Sim, a equação é um pouco mais complicada do que isso, mas na realidade esse é o maior componente e o melhor lugar para começar.

Uma vez que você tenha suas calorias sob controle e de acordo com seu objetivo geral, então você pode pensar em macronutrientes.

– Proteína antes de tudo

A proteína desempenha um papel muito importante na nutrição. Por quê?

Bem, consumir proteína suficiente é fundamental para adicionar tecido magro ao seu corpo. Em segundo lugar, ter uma quantidade adequada de proteínas na sua dieta ajuda a controlar o apetite melhor do que os outros macronutrientes.

Pelo menos, este é o caso da maioria das pessoas. A ciência sugere que a proteína ajuda a reduzir a perda de tecido muscular magra durante as fases de perda de peso e também é mais importante à medida que envelhecemos.

Uma boa quantidade de proteína a ser adicionada a dieta é entre 0,7 a 1,3 gramas de proteína por quilo de peso corporal de acordo com seus objetivos, composição corporal, peso e estilo de treinamento. A pessoa média geralmente pode usar o padrão de 1 grama por quilo de peso corporal.

– Macros sobre qualidade

Quando falamos sobre a importância da hierarquia, os macronutrientes que você obtém a partir da sua dieta são mais importantes para fazer progressos estéticos e de força do que a qualidade dos alimentos em sua dieta.

Primeiro, enquanto as macros são mais importantes, a qualidade do seu alimento pode realmente determinar o quão fácil é para você obter seus macros. Por exemplo, de melhor qualidade, “alimentos integrais” são muitas vezes compostos por proteína, carboidratos ou gordura, por isso torna substancialmente mais fácil a criação de refeições que atingem seus objetivos de macronutrientes.

Em segundo lugar, há outro fator importante chamado de saúde. Sim, eu sei, é difícil se concentrar na saúde também, mas a qualidade do seu alimento realmente afeta os parâmetros da sua saúde.

Alimentos de qualidade são muitas vezes mais ricos nos micronutrientes (como vitaminas e minerais) que permitem que seu corpo funcione adequadamente e contribua para a saúde geral.

A ideia é que alimentos de qualidade permitem que você seja mais flexível com a sua dieta. Isso permite que você coma um pedaço de bolo de aniversário ou uma boa pequena de sorvete.

Conclusão

Muitas vezes, perdemos de ver a floresta porque só prestamos atenção nas árvores e passamos uma quantidade desproporcional de tempo preocupados com o que realmente não importa.

É a natureza humana, porém, todos nós queremos encontrar o segredo ou dicas que vão nos levar a resultados instantaneamente. É mais fácil fazer isso para algumas coisas do que é para outros. No entanto, não precisamos seguir uma dieta adequada mais difícil do que ela precisa ser.

Quando se trata de descobrir o aspecto nutricional necessário para o seu treino de construção muscular, fique focado nas dicas abaixo:

Concentre-se no objeto geral.
Descubra seus objetivos.
Combine sua ingestão de calorias com seus objetivos.
Priorize a proteína
As macros são muitas vezes mais importantes do que a qualidade dos alimentos

Agora vá adiante, priorize, execute e alcance seus objetivos!





Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *