Glutamina : Como Tomar, Para Que Serve e Preços

Glutamina é produzida pelo corpo

Os aminoácidos são blocos de construção das proteínas, e a glutamina é o aminoácido não essencial mais abundante no corpo. Se não essencial não significa que seu corpo não precisa dele, no entanto; isso significa que você não precisa obtê-lo através de sua dieta porque seu corpo geralmente produz o suficiente por conta própria. Sob certas circunstâncias, no entanto, seu corpo pode se tornar incapaz de mantê-lo, e, nestes casos, consumir alimentos que contenham ou utilizar suplementos de glutamina pode ser benéfico. Esteja ciente de que a glutamina pode produzir efeitos colaterais também.

Suporte ao sistema imunológico

De certa forma seu sistema imunológico é como um carro de luxo; que precisa constantemente de combustível de alta qualidade para funcionar corretamente, e a glutamina desempenha um papel importante no processo de abastecimento. O estresse crônico, muitas horas de exercícios, certos medicamentos, lesões corporais e cirurgia todos causam a liberação do hormônio cortisol no sangue, e o excesso de cortisol esgota a glutamina do corpo. Linfócitos – anticorpos que desempenham um papel vital na imunidade – requerem glutamina para florescer, por isso, quando suas fontes de glutamina tornam-se baixas, o sistema imunológico fica comprometido, e seu risco de infecções aumenta. A complementação da sua alimentação pobre com suplementos de glutamina pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico, prevenir doenças, diminuir o tempo de recuperação e cicatrização de feridas, e pode até mesmo reduzir o risco de morte em pacientes críticos.

Saúde do intestino

A glutamina é apontada por alguns por sua capacidade de curar úlceras de estômago, beneficiar a saúde geral do intestino, ajudar no tratamento da diarreia e reduzir o risco de câncer de estômago. Muitos atletas tomam glutamina por causa das longas horas de treinos. Os suplementos de glutamina aceleram o tempo de recuperação, evitam perda de massa muscular e facilita a construção e manutenção da massa muscular.

Efeitos colaterais da Glutamina

Glutamina pode interagir com certos medicamentos e suplementos dietéticos, e você só deve tomar suplementos de glutamina sob a supervisão de um profissional de saúde. Os possíveis efeitos secundários associados com glutamina incluem edema, náuseas, vômitos, flatulência, dor abdominal, constipação, boca seca e hemorroidas. Tonturas, depressão, erupções cutâneas, insônia e aumento da transpiração. Apesar de rara, a glutamina tem sido associada com dores no peito, articulações, costas e musculares. Os cientistas recentemente começaram a especular que a glutamina pode estimular o crescimento de tumor; por isso, pacientes com câncer são aconselhados a evitar o consumo de glutamina. Finalmente, devido à falta de dados de segurança, as pessoas com doença hepática, síndrome de Reyes e doença renal também devem evitar suplementos de glutamina.

A glutamina pode ser encontrada em lojas online por a partir de R$ 100,00.

Glutamina 1

Glutamina 2 Glutamina 3

Glutamina 4





Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *